De malas prontas para o São Paulo? Vargas, com salário de R$ 900 mil, deve sair do Atlético-MG

O São Paulo parece seguir de olho no mercado da bola em busca de negócios pontuais e baratos para reforçar o elenco comandado por Rogério Ceni. Classificado para as semifinais do Campeonato Paulista, a diretoria do Tricolor sabe que a equipe está atrás de outros adversários no Brasil.

Publicidade


Atualmente Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras são as equipes mais fortes do futebol brasileiro. O time de Rogério quer se colocar no segundo pelotão, que conta com equipes como Corinthians, Internacional e Fluminense. Nos últimos dias, um nome de peso foi ventilado no time paulista.

Trata-se do meio-campista chileno Eduardo Vargas. Atualmente no Atlético-MG, o jogador tem contrato até dezembro com o Galo e não deve continuar por lá. De acordo com Jorge Nicola, o São Paulo sondou o jogador, mas o negócio é muito caro.

Publicidade

Em fim de contrato, Vargas sairia de graça, mas o salário do chileno é de R$ 900 mil mensais. Acima do teto do São Paulo. O time presidido por Julio Casares também não quer fazer negócios como a diretoria anterior, que contratou Daniel Alves em 2019 pagando R$ 1,5 milhão por mês sem ter de onde tirar.

Publicidade


“O empresário do Vargas (André Cury) já me assegurou que existem dois clubes interessados”, disse Nicola. Em seguida, o jornalista deu mais detalhes. “Um deles não é o São Paulo, que chegou a sondar, a cogitar a possibilidade. Mas, diante das cifras, não é alguém que será contratado pelo Tricolor”, explicou Jorge Nicola, deixando claro que o São Paulo não deve contratar o jogador. Para esta temporada, o Tricolor investiu na contratação de seis jogadores.

Publicidade


Publicidade

Leia mais: https://www.radaresportes.ig.com.br/noticia/38057/clubes/de-malas-prontas-para-o-sao-paulo-vargas-com-salario-de-r-900-mil-deve-sair-do-atletico-mg-15032022