Sylvinho fora do Corinthians: os motivos que causaram a demissão do técnico

A diretoria do Corinthians tomou uma decisão após vários pedidos dos torcedores. As vaias vindas das arquibancadas e os comentários nas redes sociais foram alguns dos motivos pelos quais os diretores do Timão decidissem pelo desligamento do treinador Sylvinho.

Publicidade


Após pouco mais de oito meses e com 43 jogos à frente do time, o profissional não aguentou o desgaste e foi demitido pelo presidente do clube, Duilio Monteiro Alves. O substituto já está sendo escolhido pelos responsáveis pela administração do Timão.

Que o desgaste com a Fiel era evidente, todos sabem, mas quais foram os motivos para que a relação chegasse a tal ponto? O site UOL listou alguns motivos que geraram a revolta dos torcedores e contribuíram para o fim da parceria.

Publicidade

Um dos motivos que mais geraram comentários durante sua gestão foi a falta de variação em suas táticas. Muito conhecido pelas táticas defensivas, Sylvinho sempre buscava evitar levar gols, mas acabava pecando com o trabalho no ataque. Sendo assim, o trabalho dos laterais era limitado e os meias ficavam sobrecarregados, além da falta de um jogador para atuar como centroavante.

Publicidade


Além disso, mesmo com a chegada de grandes reforços, o Timão continuou tendo problemas para se impor. Giuliano, Willian, Roger Guedes e Renato Augusto chegaram, mas o Corinthians não conseguia se impor em campo mesmo em jogos menos complicados, contra times mais modestos como o Juventude e o América Mineiro, Cuiabá e Chapecoense, todos dentro de casa, no ano passado.

Publicidade


O Corinthians ainda chegou a ser derrotado por 3×0 contra o Flamengo e o Atlético Mineiro no segundo turno do Campeonato Brasileiro, tudo isso pesou para a decisão, além da postura já calejada de defesa excessiva, onde as linhas de marcação foram recuadas e o time acabou sendo prejudicado, atuando sempre em contra-ataques.

Por fim, o baixo aproveitamento do técnico não foi um mero detalhe. Em 43 jogos foram 16 vitórias, 14 empates e 13 derrotas, totalizando 48% dos pontos disputados. 

Publicidade

Leia mais: https://www.radaresportes.ig.com.br/noticia/36517/clubes/sylvinho-fora-do-corinthians-os-motivos-que-causaram-a-demissao-do-tecnico-03022022