Jorge Jesus chegou a dizer ‘sim’ para o Corinthians, mas desistiu logo depois; detalhes são expostos

Jorge Jesus chegou a dizer sim ao Corinthians. A informação que caiu como uma bomba nas redes sociais está repercutindo. O primeiro a falar sobre o assunto foi o craque Neto. Jorge Nicola confirmou os detalhes em seu canal no YouTube. O negócio só não foi adiante por um motivo.

Publicidade


Segundo Nicola, o presidente do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, se reuniu com Jorge Jesus e o negócio avançou. O treinador português teria aceitado a proposta de 4 milhões de euros (R$ 24,6 milhões na cotação atual) para treinar o Timão.

Jorge Jesus e sua equipe, formada por sete profissionais, receberiam R$ 1,9 milhão por mês livre de impostos. Provavelmente, o contrato teria detalhes sobre variação do euro em relação ao real para que o montante recebido não ficasse defasado. O valor pago seria livre de impostos.

Publicidade

Jorge Jesus desistiu de substituir Sylvinho

As conversas aconteceram depois que o Mister havia deixado o comando do Benfica. Naquele momento, o Flamengo já havia confirmado a contratação de Paulo Sousa. Jorge Jesus substituiria Sylvinho no comando do Corinthians. Após aceitar, porém, ele resolveu voltar atrás.

Publicidade


Questões envolvendo a pandemia e o retorno ao Brasil pesaram e Jorge Jesus optou em continuar em Portugal. Até maio, o treinador seguirá recebendo salário do Benfica normalmente. O montante só deixará de ser pago pelo clube português se o Mister arrumar um novo emprego. Sem Jorge Jesus, o Corinthians segue com Sylvinho. Na primeira partida da temporada de 2022, o Timão empatou com a Ferroviária, na Neo Química Arena, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

Publicidade


Publicidade

Leia mais: https://www.radaresportes.ig.com.br/noticia/36187/clubes/jorge-jesus-chegou-a-dizer-sim-para-o-corinthians-mas-desistiu-logo-depois-detalhes-sao-expostos-26012022