Rogério Ceni não chega sozinho e traz mais 3; São Paulo gastará menos

Rogério Ceni voltou ao São Paulo para comandar a equipe, estreou com empate por 1 a 1 com o Ceará e deu início à sua segunda passagem como treinador da equipe. Ceni assume o lugar do argentino Hernán Crespo, que sucumbiu aos maus resultados no Campeonato Brasileiro.

-->


De acordo com o colunista Jorge Nicola, do Yahoo, houve rusgas entre Crespo e os jogadores do São Paulo. A comissão técnica trazida pelo argentino também teve problemas. Alejandro Kohan, preparador físico, e Gustavo Nepote, preparados de goleiros, eram criticados.

Kohan não teria relação boa com o grupo de atletas. Já Nepote era criticado pelo trabalho ruim como preparador dos goleiros Tiago Volpi e Lucas Perri. A posição, aliás, era muito criticada. Volpi foi alvo da fúria dos torcedores nas redes sociais.

-->

Rogério Ceni chega com mais três profissionais

Rogério Ceni foi oficializado treinador do São Paulo horas depois da demissão de Hernán Crespo. Segundo Nicola, o treinador teria demonstrando grande vontade de retornar e isso foi crucial para a decisão da diretoria de bater o martelo e ratificar a contratação.

-->


Ceni terá três auxiliares. Chegaram com o treinador Danilo Augusto, Charles Hembert e Nelson Simões. Ainda segundo Jorge Nicola, a nova comissão técnica do São Paulo custará menos do que R$ 1 milhão – este era o valor pago para Hernán Crespo e seu staff. 

-->


Nesta reta final de temporada, Ceni terá como missão classificar o São Paulo para a Copa Libertadores da América do ano que vem. Com 31 pontos, o Tricolor ocupa a 13ª posição na tabela de classificação. O sexto colocado Corinthians, próximo adversário, tem 40 pontos.

-->

Leia mais: https://www.radaresportes.ig.com.br/noticia/30745/clubes/rogerio-ceni-nao-chega-sozinho-e-traz-mais-3-sao-paulo-gastara-menos-15102021