Bruno Henrique é processado por torcedora do Flamengo; ela pede R$ 13 milhões na Justiça

Torcedora do Flamengo, Josineide Constantino Dantas deixou a paixão de lado e está processando o atacante Bruno Henrique. A informação foi divulgada pelo colunista Rogério Gentile e está repercutindo nas redes sociais. O processo, que tramita em São Paulo, ainda não foi divulgado, mas os advogados de Bruno Henrique se manifestaram.

-->


A confusão toda começa após a partida entre Flamengo e Vasco pelo Campeonato Brasileiro de 2019. O jogo terminou empatada por 4 a 4. Os vascaínos comemoraram bastante o gol marcado nos minutos do confronto. A comemoração incomodou Bruno Henrique.

Após a partida, o jogador afirmou que o Flamengo estava em “outro patamar”. A frase de Bruno Henrique virou meme e tornou-se marca registrada do atacante e do momento vivido pelo time Rubro-Negro. Nos dias seguintes, Josineide registrou a frase como uma marca no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). O objetivo era utilizar no comércio de roupas e artigos esportivos.

-->

A expressão “Otô Patamá”, porém, continua sendo muito utilizada por Bruno Henrique, pelos flamenguistas e virou até título de música do rapper Djonga. No processo movido em São Paulo, Josineide pede R$ 13 milhões de indenização.

-->


Advogados de Bruno Henrique se posicionam

A defesa do atacante do Flamengo se posicionou em relação ao processo. Em nota, afirmou que a torcedora agiu de modo “ardiloso”. Segundo a defesa, ela tenta pegar carona no sucesso de Bruno Henrique. Os advogados disseram ainda que o atacante tentou registrar a marca por três vezes. Caberá à Justiça de São Paulo analisar o caso.

-->


-->

Leia mais: https://www.radaresportes.ig.com.br/noticia/30589/futebol-nacional/bruno-henrique-e-processado-por-torcedora-do-flamengo-ela-pede-r-13-milhoes-na-justica-13102021