Atacante do São Paulo é detonado por Cicinho, que aponta saída como solução; jogador teve contrato renovado

O São Paulo tropeçou mais uma vez no Campeonato Brasileiro e perdeu grande chance de entrar de vez na briga por uma vaga na Libertadores. O tricolor paulista foi derrotado pelo RB Bragantino por 1 a 0 fora de casa, em partida válida pela 28ª rodada da competição.

-->


O resultado manteve o time na 13ª colocação da tabela do Brasileirão, ficando apenas 5 pontos do primeiro time na zona de rebaixamento. O time de Rogério Ceni volta a campo no próximo domingo (31) e irá receber o Internacional no Morumbi, precisando da vitória para se afastar do Z-4 e voltar a sonhar com vaga na próxima Libertadores.

Paciência com atacante acabou

A derrota para o RB Bragantino na última rodada do Campeonato Brasileiro ‘azedou’ de vez a conturbada relação do atacante Pablo com a torcida do São Paulo. O atacante chegou ao clube em 2019 como o reforço mais caro da história do clube, possuindo o status de um dos melhores jogadores do Brasil em sua passagem pelo Athletico Paranaense. 

-->

No entanto, o craque tem colecionado atuações muito ruins pelo time paulista, principalmente em jogos decisivos. O clima tenso entre o jogador e a torcida começou após a eliminação do tricolor para o Palmeiras nas quartas de final da Libertadores esse ano.

-->


Contra o Bragantino, o atacante perdeu um gol cara a cara na derrota por 1 a 0 e voltou a ser detonado tanto pela torcida quanto pelo comentarista Cicinho que foi ídolo no clube. Luciano conseguiu limpar a marcação dentro da área e iria finalizar para o gol, mas Pablo apareceu na frente e isolou bola mesmo sem goleiro.

-->


No programa Arena SBT desta segunda-feira (25), o comentarista não economizou críticas ao jogador e afirmou que Pablo devia procurar outro clube: “A fase que o São Paulo vive e que o Pablo vive, ele tem de buscar novos ares. No São Paulo, para ele, já deu“. Cicinho disse que o técnico Rogério Ceni está tentando recuperar o atacante e acredita na capacidade dele pelo clube, mas ressaltou que alguns jogadores não se encaixam em um time e no outro vão bem. 

O treinador acionou o atacante no clássico contra o Corinthians, após Calleri sair machucado, e ativou uma cláusula de contrato que previa a renovação automática do contrato de Pablo por mais um ano. Com isso, o vínculo do jogador passou de dezembro de 2022 para mesmo período de 2023.

-->

Leia mais: https://www.radaresportes.ig.com.br/noticia/31673/clubes/atacante-do-sao-paulo-e-detonado-por-cicinho-que-aponta-saida-como-solucao-jogador-teve-contrato-renovado-26102021