Após ser afastado por suposta fala racista, Danilo Avelar quebra o silêncio e abre o jogo

Nesta última quinta-feira (23), o lateral-esquerdo Danilo Avelar participou do programa Donos da Bola, comandado por Neto, ídolo do Corinthians, e transmitido pela Band. Essa foi a primeira vez que Danilo Avelar se pronunciou após ser afastado pelo Corinthians por um suposto caso de racismo. O fato teria ocorrido quando Danilo supostamente ofendeu outra pessoa dentro de um game.

-->


Apesar do afastamento, o lateral-esquerdo já não podia atuar desde outubro de 2020, pois sofreu uma lesão no joelho. Na entrevista comandada por Neto, o jogador respondeu a várias perguntas e tentou se justificar pelo episódio. De acordo com o lateral-esquerdo ele nunca se sentiu racista e somente foi infeliz naquele momento.

Danilo também afirmou que o episódio não passou apenas de uma exaltação momentânea, pois o ambiente do jogo online é muito perturbador e estressante. Danilo estava jogando o game CS: GO que é desenvolvido pela Valve e faz muito sucesso entre os brasileiros.

-->

Apesar de afirmar que o momento foi por conta do estresse, Danilo reconheceu o seu erro , disse que ficou muito envergonhado e se arrepende pelo episódio. Danilo também declarou que somente se exaltou, pois foi provocado primeiramente por um jogador argentino.

-->


Por fim, Danilo disse que após o ocorrido ele foi procurar ajuda, pois reconheceu que o episódio foi infeliz. “Eu busquei informações, saí da minha zona de conforto, saí da minha bolha, fui conversar com pessoas que vivem esse problema diariamente“, declarou o lateral-esquerdo.

-->


O futuro do jogador é incerto, pois o Corinthians não pretende utiliza-lo no elenco profissional, entretanto, o Timão também não pode rescindir o contrato do jogador, pois Danilo está se recuperando de uma grave lesão no joelho. O lateral-esquerdo tem contrato com o Corinthians até o fim de 2022

-->

-->

Leia mais: https://www.radaresportes.ig.com.br/noticia/29179/clubes/apos-ser-afastado-por-suposta-fala-racista-danilo-avelar-quebra-o-silencio-e-abre-o-jogo-24092021