Conheça as tecnologias do novo motor Renault 1.3 TCe Flex Turbo

Detalhes técnicos motor Renault TCe 1.3 Turbo Flex

Conheça as tecnologias do novo motor Renault 1.3 TCe Flex Turbo / Foto: Saulo Mazzoni

O novo Captur chega com o motor 1.3 Turbo que traz soluções desenvolvidas na F1

Neste mês de julho, a Renault lançou o SUV novo Captur 2022 com o motor turbo TCe 1.3 Flex. Este motor é global, produzido na Espanha.

Segundo divulgado pela Renault, ele rodou mais de 40 mil horas de testes durante o desenvolvimento e mais de 300 mil km de validação em condições extremas e já teve mais de 1,2 milhão de unidades produzidas em 2020. Porém, no Brasil, existe uma particularidade, aceitar etanol, gasolina ou a mistura dos dois em qualquer proporção. Neste caso, todo o desenvolvimento da versão flex ficou a cargo da equipe de engenheiros do RTA (Renault Tecnologia Américas), que fica no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR).

Entre as principais características do motor Renault turbo TCe 1.3 Flex estão:

Turbocompressor: Ele trabalha com a pressão máxima de 1.4 bar controlada com precisão pela wastegate comandada eletronicamente, que proporciona o torque máximo a 1.600 rpm. Com essa tecnologia, o motor ganha em agilidade, para responder melhor às variações de pressão na admissão.

Cabeçote em formato delta: Essa construção permite um tamanho mais compacto e reduz a massa, centro de gravidade mais baixo e auxilia no controle térmico do motor. O coletor de escape integrado ao cabeçote proporciona uma melhor resposta do turbo e otimiza a curva de torque.

Comando de válvulas: O duplo eixo do comando de válvulas no cabeçote tem temporização variável das válvulas de admissão e escape, comandada eletronicamente, isso permiti variação contínua dos ângulos de abertura e fechamento das válvulas, garante assim melhor performance e menor consumo em qualquer rotação. Além disso, o comando tem balancins roletados, que proporcionam redução de atrito e, consequentemente, menos consumo de combustível.

Tratamento DLC (Diamond-Light Carbon): A solução utiliza nano tecnologia, foi desenvolvida na F1, os componentes móveis do cabeçote, anéis e pinos dos pistões receberam tratamento superficial (DLC) para reduzir atrito e consumo de combustível.

Novo motor turbo Renault Captur 2022

Conheça as tecnologias do novo motor Renault 1.3 TCe Flex Turbo do novo Captur 2022/ Foto: Divulgação

Bronzinas polímero-metálicas: Aplicação de tratamento superficial de polímero para redução de atrito no sistema virabrequim-mancais e aumento da durabilidade. 

Injeção direta de combustível: A adoção de injetores centrais com pressão de 250 bar com design desenvolvido para o etanol (vazão, direção e tamanho de jato), com 6 furos por injetor, garantem uma maior atomização do combustível, proporcionando maior torque e potência. 

Cilindros com BSC (Bore Spray Coating): O bloco de alumínio tem tratamento superficial inovador na parede dos cilindros, chamado de Bore Spray Coating (BCS). Isso permite troca térmica mais eficiente entre a câmara de combustão e a camisa d’água, reduzindo atrito com os anéis e pistões, além de um melhor controle da pré-detonação. Só esta medida já permite reduzir o consumo e as emissões em aproximadamente 1%. Essa tecnologia é utilizada com sucesso na Aliança Renault-Nissan- Mitsubishi, no esportivo Nissan GT-R.

Sonda lamba proporcional: Analisa qualitativamente os gases, que permite controle mais preciso da qualidade da combustão assegurando a melhor performance em qualquer situação e de maneira mais rápida.

O motor Renault TCe 1.3 turbo Flex do novo Captur entrega potencia de 170 cv (E)/ 162 cv (G) entre 5.500 rpm e 6.000 rpm e torque de 27,5 kgfm (E/G) entre 1.600 e 3.750 rpm. 

Por: Redação-AutoAgora.com.br/ Fotos: Saulo Mazzoni e Divulgação Renault

O post Conheça as tecnologias do novo motor Renault 1.3 TCe Flex Turbo apareceu primeiro em AutoAgora.com.br.

Leia mais: https://autoagora.com.br/conheca-as-tecnologias-do-novo-motor-renault-1-3-tce-flex-turbo/