Equipe Iveco Usual Racing coloca todos os pilotos no top-10

O autódromo de Goiânia continua sendo palco de boas lembranças para a equipe Iveco Usual Racing. Neste final de semana além de conquistar a pole position com Felipe Giaffone, ainda viu o piloto do caminhão #4 vencer a corrida 1 após a desclassificação de um adversário por excesso de fumaça.

Djalma Pivetta e Valmir Benavides também fizeram um ótimo trabalho, Pivetta levou o caminhão #21 para o nono lugar geral na corrida 2 e de quebra conquistou o top 5 da Supetruck.

Benavides, o Hisgué, conquistou o um oitavo lugar na primeira corrida e um sexto na segunda, mostrando a excelente preparação dos brutos de Laranjal Paulista.

A próxima etapa da Copa Truck acontece no dia 27 de junho, em Interlagos/SP.

As corridas:

Na primeira corrida Felipe Giaffone fez uma largada limpa e manteve a primeira colocação, seguido por Beto Monteiro. Valmir Benavides, que largou em sexto, cruzou a reta dos boxes em sétimo enquanto Pivetta caiu de 11º para o 17º lugar.

A disputa pela liderança da prova era quente e Beto Monteiro seguia sempre muito próximo de Giaffone. O multicampeão nos brutos se defendia usando a linha mais interna da pista.

Benavides que vinha em disputa com Roberval Andrade e Evandro Camargo perdeu duas posições mas mantinha o top 10 nas cinco primeiras voltas. Pivetta vinha recuperando posições e já ocupava o 15º lugar.

Na volta 7 Giaffone tentou se defender do ataque de Beto Monteiro que ultrapassou o piloto do caminhão #4 no fim da reta dos boxes. Benavides era o décimo e Pivetta seguia subindo na tabela de posições, já em 13º lugar.

Faltando 5 minutos para o final Giaffone seguia em segundo lugar e tentava encostar novamente no líder. Pivetta continuava ganhando posições e já ocupava o décimo segundo lugar geral e era o quinto na Super Truck.

Após 14 voltas disputadas Felipe Giaffone recebeu a bandeira quadriculada em segundo lugar, Benavides foi o nono e Pivetta o 13º colocado geral e 5º colocado na Super Truck.

Na corrida 2, com grid invertido entre os oito primeiros da corrida anterior, Giaffone largou em sétimo. Pivetta e Benavides largaram nas posições em que terminaram a primeira prova do dia.

O piloto do caminhão #4 abandonou no final da primeira volta com problemas mecânicos. Pivetta vinha em décimo segundo e Hisgué em oitavo.

A corrida seguiu com grandes disputas e após 11 voltas completadas Valmir Benavides cruzou a linha de chegada em sétimo lugar enquanto Djalma Pivetta levou o caminhão #21 para o nono lugar, completando a dobradinha da equipe Iveco Usual Racing no top 10 da corrida 2.

Após o término da corrda 2, o resultado da primeira prova foi alterado com a desclassificação de um adversário por excesso de fumaça. Com isso Felipe Giaffone foi declarado o vencedor, Hisgué foi o oitavo e Pivetta 12º lugar.

O que eles disseram:

“Dia muito legal hoje, depois da pole de ontem vencemos a primeira corrida do ano. Na pista o Beto Monteiro chegou na frente mas foi desclassificado por excesso de fumaça e vencemos. Isso é o reflexo do trabalho que fizemos desde o começo do ano, treinando na pista, desenvolvendo o caminhão na equipe e com os parceiros Iveco e FPT. O problema da corrida dois foi um parafuso do câmbio que se soltou, então não é um problema crônico, é um detalhe pra equipe ver. Estou feliz demais com a equipe.”

Felipe Giaffone

“Saldo muito positivo aqui em Goiânia, a equipe foi bem e consistente por aqui. Consegui somar bons pontos, o Hisgué também e o Felipe Giaffone fez pole e venceu hoje. Saio contente com todo trabalho da equipe e orgulhoso do nosso desenvolvimento.”

Djalma Pivetta