Moto GP – Mundial está de volta com pilotos da Yamaha na luta pelo título.

A MotoGP desembarca este final de semana (6, 7 e 8/11) no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, na Espanha, para a disputa do Grande Prêmio da Europa. Os pilotos da Yamaha estão dispostos a assumirem o protagonismo que esteve presente durante todo o campeonato. Quartararo, Viñales e Morbidelli estão na luta pelo título. A temporada 2020 se aproxima do final, faltando apenas três provas para o encerramento.

Maverick Viñales, da Monster Energy Yamaha MotoGP, é conhecido por gostar muito da pista de Valência, local onde conquistou o título da Moto3, em 2013. Correndo em casa, o espanhol quer buscar um bom resultado para entrar de vez na luta pelo título. Viñales está a 19 pontos do líder e apenas a 5 pontos do segundo lugar, com ainda 75 pontos em disputa nas últimas três provas.

A Monster Energy Yamaha MotoGP pode porém, ter mais uma baixa. Fora de duas corridas por ter sido infectado pelo Covid-19, o italiano Valentino Rossi aguarda ainda os resultados de novos testes para ser confirmado. Caso não seja liberado, a Yamaha já escalou o norte-americano Garret Gerloff como substituto, por precaução.

Boas expectativas também tem Fabio Quartararo, que no ano passado largou da pole e finalizou a prova no segundo lugar. O piloto da Petronas Yamaha SRT espera fazer um bom resultado para aumentar a pressão sobre o atual líder do campeonato. O francês está confiante em reduzir o déficit de 14 pontos na classificação nos dois próximos finais de semana em Valência, antes da rodada final em Portimão, imediatamente a seguir.

Depois de conquistar a segunda vitória no MotoGP na última corrida, Franco Morbidelli quer continuar com a boa forma em Valência este fim de semana e reduzir a desvantagem de 25 pontos no campeonato de pilotos. Franco entra nesta corrida, a primeira de duas no circuito espanhol, em quarto lugar na classificação da MotoGP.

As atividades do Grande Prêmio da Europa tem início nesta sexta-feira, com os Treinos Livres.