Stock Car – Londrina recebe quarta etapa da categoria.

A Stock Car, após fazer duas rodadas em um mesmo encontro em Interlagos, São Paulo, retorna às pistas neste fim de semana, dias 11, 12 e 13 de setembro de 2020, com a etapa de Londrina, cidade ao norte do estado do Paraná. Com duas retas consideráveis, o circuito se caracteriza por ter velocidade média intermediária, sem curvas que exerçam apoio lateral acentuado nos pneus. Na pista paranaense, o cuidado tem que ser nas frenagens e acelerações, dois dos pontos em que os pneus Pirelli entregam alto desempenho.

Assim como nas etapas de Goiânia e São Paulo, a Pirelli traz para Londrina dois tipos de pneus: o Pirelli P Zero, slick, para pista seca, e o Pirelli Cinturato, para pista molhada. Em 2020, a Pirelli padronizou as dimensões de ambos os produtos, que agora contam com a medida: 305/660 – 18. Ambos são produzidos em fábricas da Pirelli na Europa, em seus centros de pneus de competição da Turquia e da Romênia.

“Com traçado anti-horário, composto por dez curvas, sendo seis para a esquerda e quatro para a direita, a pista de Londrina é de média velocidade, e o desafio para os pneus é complexo, já que temos forças longitudinais atuando de forma constante. Ter um carro que consiga contornar de forma veloz as curvas, mas que não comprometa frenagens e as acelerações é um desafio extra que os engenheiros terão que lidar, ainda mais nesses novos carros da categoria, mais sensíveis nesse quesito do que o anterior. Para isso reforçamos às equipes a necessidade de seguirem nossas recomendações de pressão e cambagem para um melhor uso dos produtos”, disse Fabio Magliano, gerente de produtos car e motorsport da Pirelli para a América Latina.

Além das corridas com os novos carros da Stock Car, o Toyota Corolla e o Chevrolet Cruze, a Stock Light completará a programação do fim de semana, também com duas provas.

A largada da rodada dupla de Londrina será às 12h30 deste domingo (13), e as corridas serão de 30 minutos, mais uma volta, e terão transmissão ao vivo pelo SporTV 2. O classificatório para prova será mostrado, também ao vivo pela emissora, a partir das 11h15 de sábado (12). Assim como Interlagos, os pilotos terão, mais um dia para andarem na pista, sendo a sexta-feira (11) o dia que começam os treinos livres, que se iniciam a partir das 13h. Todos os horários são de Brasília.

Foto: Duda Bairros/Vicar

PNEUS DISPONÍVEIS

Pista seca: P Zero na medida 305/660-18

Pista molhada: Cinturato na medida 305/660-18

 

CARACTERÍSTICAS DA PISTA (entre 1 e 5):       

Abrasividade da pista: (3)

Força lateral: (3)

Pneu mais exigido (traseiro direito)

 

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS P ZERO:

Cambagem recomendada dianteira: (-5,0°)

Cambagem recomendada traseira: (-3,0°)

Calibragem recomendada sem cobertor: 24 PSI a frio

Calibragem recomendada a quente: 32 PSI

 

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CINTURATO:

Cambagem recomendada dianteira: (-2,0°)

Cambagem recomendada traseira: (-0,0°)

Calibragem recomendada sem cobertor: 26 PSI a frio

Calibragem recomendada a quente: 32 PSI

 

SEXTA-FEIRA (11)

11h35 às 11h50 – Shakedown

13h00 às 14h10 – Treino Livre 1

 

SÁBADO (12)
8h00 às 9h10 – Treino Livre 2

11h15 às 11h50 – Treino Classificatório

 

DOMINGO (13)
12h30 – Largada Corrida 1 (30 minutos + 1 volta)

13h25 – Largada Corrida 2 (30 minutos + 1 volta)