Max Guenther venceu a segunda prova do Desafio ABB Fórmula E Race at Home

Sharing is caring!

Max Guenther segue em alta performance no Desafio ABB Fórmula E Race at Home

A prova realizada no último sábado, contou com Stoffel Vandoorne conquistando a pole para a Mercedes-Benz EQ, o belga liderou até a primeira curva, quando encontrou o muro de contenção pouco tempo depois. Os danos no seu carro foram significativos, até porque a categoria optou por aumentar a taxa de danos nos carros para que os competidores joguem com seriedade. Vandoorne, perdeu espaço, caiu para a quarta posição, voltou para o segundo lugar, mas com o carro danificado não conseguiu sustentar a posição. 

No domingo no GP Vitural realizado pela Fórmula 1, Vandoorne também enfrentou problemas na largada, na prova realizada em Interlagos #fatocurioso

Max Guenther aproveitou o azar do adversário para assumir a liderança da prova e permanecer nela até o final da corrida. O alemão da BMW i Andretti, tomou gosto pela ponta, conquistando a sua segunda vitória

Apesar de Sam Bird ter feito a sua estreia nesta segunda prova, o piloto da Envision Virgin Racing, não concluiu o desafio. Com o avançar da prova, o último da volta é eliminado, desta forma Felipe Massa da Rokit Venturi e Lucas di Grassi da Audi Team Schaffler não concluíram a prova.

Guenther cruzou a linha de chegada com 15 segundos de vantagem para Robin Frijns, segundo colocado da prova. Nico Müeller, da Geox Dragon foi o terceiro colocado. O circuito Electrical Docks, foi criado especialmente para o desafio que ocorreu neste final de semana. 

DESAFIANTES

Entre os pilotos convidados, destaque para Simona de Silvestro e Alex Lynn, pilotos de teste da Porsche e Jaguar, respectivamente. Muitos acidentes durante a prova, os pilotos pareciam não terem se adaptado ao circuito a tempo, mesmo assim, todos passaram ilesos pela chicane da curva 1. 

Simona e Alex fizeram corrida de recuperação. A piloto da Porsche largou em 20º e chegou em 12º e Lynn terminou em 10º após largar em 19º. A vitória ficou com Peyo Peev, que correu pela Dragon, com Kevin Siggy em 2º e Lucas Mueller fechando o pódio. 

Texto por Deborah Almeida e Cinthia Maria