Indycar – Mário Andretti gostaria de ver a Ferrari na categoria. Já imaginaram?

Mario Andretti gostaria de ver a Ferrari competindo na Indycar, olhando ao recente descontentamento da Scuderia italiana quanto ao limite orçamental.

Não é novidade que a Ferrari não queria um limite orçamental tão baixo quanto os 145 milhões de dólares propostos. Mattia Binotto deixou no ar uma ameaça de saída, que foi logo em seguida negada pela Ferrari.

Mario Andertti gostava de ver a Ferrari competindo no outro lado do atlântico. Para isso, as regras teriam de ser alteradas, pois a Indycar só tem um fornecedor de chassis (Dallara) e a Ferrari só ponderaria entrar na competição se tivesse os seus chassis nas pistas. Esse aliás é um argumento usado pelos responsáveis da Scuderia Ferrari no caso dos LMDh, regulamentação que interessa aos italianos que, no entanto, preferiam construir o seu próprio chassis.

“Ter a Ferrari aqui seria incrível “, disse Andretti ao La Gazzetta dello Sport.” Não apenas como fornecedor de motores, mas também como construtor de chassis. Está claro que as regras devem ser alteradas, mas eu gostaria de uma batalha italiana com Dallara vs Ferrari. O Cavallino Rampante aumentaria o interesse no campeonato, mas há um obstáculo nas regras”.

“Sugiro que Binotto venha e faça uma proposta a Roger Penske.”

A ideia de a Ferrari abandonar a F1 para apostar na Indy não tem neste momento qualquer cabimento, mas não seria de descartar que a Ferrari use a sua capacidade técnica para desenvolver um programa paralelo ao da F1. Seja no endurance ou na Indy. Se no endurance a vontade de voltar a vencer em Le Mans na geral pode interessar, na Indycar, a Indy500 pode ser interessante. Até o presente momento não passam de suposições. Mas se tal acontecesse, vermos Ferrari e McLaren (que irá começar este ano a sua parceria com a Arrows) competindo na Indycar seria um aumento brutal na popularidade da categoria.