Max Guenther é o primeiro vencedor oficial do Desafio Race At Home

Sharing is caring!

Com praticamente todo mundo dentro de casa, os campeonatos virtuais têm servido como uma opção de entretenimento para os aficcionados por automobilismo. Apesar de ainda enfrentar caras feias, as corridas online vêm ganhando cada vez adeptos e espectadores em busca de um pouco de emoção. 

O Race At Home teve sua etapa teste (sem valer pontos) na semana passada e já fez alguns ajustes para esse fim de semana, a prova disputada no circuito de Hong Kong teve:

  • Aumento de danos de 25% para 80%
  • Eliminações do formato Battle Royale começando uma volta depois e terminando uma volta antes, com isso 12 pilotos disputaram as 10 posições que garantiam pontos

E mais, foi anunciado que a etapa final terá rodada dupla. Desta forma, o Race At Home terminará dia 7 de junho, uma semana antes do que havia sido anunciado.

lll Desafiantes

A etapa inicial dos Desafiantes (gamers e youtubers) contou com 23 participantes, já que o vencedor da etapa teste, Adam Carroll, não pode participar dessa vez. Tivemos ainda pilotos convidados como James Rossiter, Joel Eriksson, Charlie Martin. 

Quem ficou com a vitória desta primeira corrida foi Joshua Rogers, que largou em quinto e conquistou a primeira posição em uma manobra incrível na última volta de uma corrida super disputada. O Australiano correu pela Porsche e saiu na frente na busca pelo grande prêmio do vencedor desse desafio: andar em Fórmula E real e marcar tempo quando a competição recomeçar. 

Lembrando que a categoria desafiantes é aberta para qualquer pessoa e você, leitor, tem a chance de tentar também. O Boletim do Paddock está te dando uma força, é só participar do nosso sorteio no Instagram: 

lll Fórmula E

O nível se manteve alto na vez dos pilotos oficiais. A pole position ficou com Stoffel Vandoorne, seguido por Pascal Wehrlein e Max Guenther. Wehrlein, aliás, foi uma grata surpresa, já que não participou da etapa teste e conseguiu bons resultados nessa etapa mesmo assim. 

Logo na primeira curva, Nick Cassidy, substituto de Sam Bird na Virgin, pulou de quarto para segundo em uma bela manobra. Na volta 3, o líder Vandoorne acabou cometendo um erro, bateu o carro em uma das curvas e caiu para a quinta colocação. Nesta mesma volta, Jean-Eric Vergne e André Lotterer, que estavam fazendo uma boa prova e dentro do Top-10, ficaram sem conexão e abandonaram a corrida.

Mais um dia de má sorte para o atual líder do campeonato Antonio Felix da Costa, o português bateu no quali e teve que largar em último. Logos nas primeiras voltas conseguiu chegar ao 13º lugar, dando sinais de uma grande corrida de recuperação, mas bateu no muro novamente, caindo para 18º. O piloto da Techeetah teve que disputar com Sebastien Buemi e os dois foram eliminados nas primeiras voltas.

Entre os brasileiros, Lucas di Grassi nem conseguiu largar devido a problemas de conectividade, enquanto Felipe Massa fez uma boa largada pulando da 13ª para o 8º lugar, sua mesma posição na bandeirada.

No fim das contas, quem levou a melhor foi Max Guenther que se manteve à frente dos demais adversários e, sem sustos, confirmou o favoritismo, vencendo a prova inaugural do desafio virtual da Fórmula E. O jovem alemão é o líder da competição online. Nick Cassidy mostrou grande serviço fazendo a volta mais rápida da corrida: 59.853.

A transmissão oficial ainda contou com a presença da embaixadora da UNICEF no Reino Unido e fã da Fórmula E, Rita Ora. A cantora sobre a parceria com o ABB Formula E Race at Home Challenge para arrecadar fundos para ajudar a instituição no combate global ao coronavírus.

A segunda etapa do Race at Home será no próximo sábado, 02/05, com transmissão no Fox Sports 2 (narração em português) e nas redes sociais oficiais da Fórmula E (narração em inglês). O evento completo está aqui.

<

p style=”text-align: justify;”>