Super Fórmula Japonesa – Sérgio Sette irá competir na categoria.

Em maio a tantas notícias preocupantes e que nos fazem ficar em casa, uma boa notícia para o automobilismo brasileiro chegou hoje da Ásia. Após o anúncio de sua contratação pela Red Bull como piloto reserva e de testes na F-1, assim como na F-E, para a equipe GEOX Dragon, nesta segunda-feira (23) o piloto Sérgio Sette Câmara (YOUSE | XP Investimentos | MRV | Energisa | Gasmig | CBMM) anunciou que participará da temporada 2020 da Super Fórmula Japonesa.

O jovem mineiro de 21 anos tem uma história de sucesso com o Team Motopark. Nos anos de 2015 e 2016 ele competiu com a equipe no Campeonato Europeu de Fórmula-3. Além disso, no fim de 2017, foi com a Motopark que ele protagonizou uma das mais épicas disputas do GP de Macau de F-3.

Ao anunciar a sua mudança para a Super Fórmula, após três temporada no Mundial de F-2, Sérgio direciona a sua carreira para o modelo de carro mais próximo dos níveis da F-1 e da F-Indy. “Estou confiante de que este é o melhor caminho para minha carreira”, disse Câmara. “Os Super Formula são os carros de competição mais rápidos abaixo da F-1. As equipes aqui trabalham no mais alto nível e tenho a certeza de que poderei seguir me desenvolvendo e, sobretudo, competindo num índice do mais alto rendimento. Quero agradecer a equipe B-Max by Motopark por esta oportunidade. Já trabalhei com eles antes e tenho certeza de que podemos conseguir grandes resultados também neste Campeonato”, comentou o piloto.

Ryuji Kumita, proprietário da B-Max, confirma as palavras de Sérgio: “Estamos muito felizes por ter o Sérgio em nossa equipe na temporada 2020 da Super Fórmula. Estamos plenamente conscientes de suas qualidades e estou confiante de que poderemos fornecer a ele tudo o que ele precisa para ter sucesso no Campeonato”.

Timo Rumpfkeil, chefe da equipe Motopark, é o responsável pelo equipamento alemão que equipa a B-Max Racing, além de oferecer o suporte de engenharia desde o ano passado. Rumpfkeil acrescenta: “Dou as boas-vindas ao Sergio de volta à nossa equipe. Ele não precisa de apresentação para nós. Atualmente ele é dos talentos mais completos do mercado mundial e é sempre um grande prazer trabalhar com um piloto de qualidade. Temos uma história forte entre a Motopark e o Sergio. Demos a ele suas duas primeiras temporadas na Europa em 2015 e 2016 na Fórmula 3 e, novamente em Macau, em 2017. Nosso sentimento é o de que que ele está voltando para casa. Isso resultará em uma clara vantagem uma vez que o conhecemos muito bem e vice-versa, pois isso nos permitirá começar em um nível alto desde o início. Poderemos aproveitar a experiência e os resultados da temporada 2019 da Super Fórmula juntos, onde nós, como equipe, tivemos muito a aprender e mostramos uma curva acentuada de aprendizado. O desenvolvimento do carro durante o inverno correu bem e estamos confiantes de que estamos em uma boa posição para a próxima temporada”, concluiu o empresário alemão.

Apesar da Pandemia Mundial do COVID-19 no Japão alguns serviços seguem funcionando normalmente dentre eles as equipes e pistas de corrida. Desta forma a pré-temporada do Campeonato será realizada normalmente em quatro dias. Nesta terça-feira (23) e quarta (24), em Fuji e, depois, nos dias 3 e 4 de abril, em Suzuka.

O início da temporada, contudo, ainda não tem data confirmada para acontecer em virtude dos problemas relacionados à saúde da população mundial. O calendário prévio da competição seria assim:

Calendário

1ª Etapa – Suzuka (Adiada)
2ª Etapa – Fuji (Adiada)
3ª Etapa – 16 e 17 de maio | Autopolis
4ª Etapa – 20 e 21 de junho | Sugo
5ª Etapa – 29 e 30 de agosto | Motegi
6ª Etapa – 26 e 27 de setembro | Okayama
7ª Etapa – 14 e 15 de novembro | Suzuka